FacebookPixel
NOTÍCIAS / 07 nov 2022

Visa para Nómadas Digitais

0
Trabalhadores remotos já podem solicitar o Visto de Nómada Digital para Portugal - permitindo que vivam e trabalhem legalmente em Portugal.
Desde 30 de outubro de 2022, os trabalhadores remotos podem agora solicitar o Visto Nómada Digital para Portugal, permitindo-lhes viver e trabalhar legalmente em Portugal.

Para se qualificar, os candidatos terão de ganhar pelo menos € 2.800 por mês - quatro vezes o salário mínimo de Portugal.

Trabalhadores remotos, normalmente chamados de nómadas digitais, agora podem solicitar uma autorização de residência de cinco anos ou um visto de permanência temporária de um ano. As candidaturas poderão ser processadas em qualquer Consulado Português ou no SEF (Serviço de Estrangeiros e Fronteiras).

Para se qualificar para o novo visto, os trabalhadores remotos terão de apresentar um comprovativo de trabalho autónomo ou contrato de trabalho, comprovativo de rendimento dos últimos 90 dias e documentos de residência fiscal.

O novo visto de nómada digital é uma alternativa ao visto "D7" existente - uma autorização de residência popular principalmente voltada para reformados e pessoas com "rendimento passivo". O visto D7 tem um requisito de rendimento anual mínimo muito menor de € 7.200 em fluxos de rendimento "passivo", como aluguel ou investimentos.

Requisitos para o Visto de Nómada Digital:

• Rendimento mínimo mensal de € 2.800
• Prova de emprego
• Documentos que comprovem os rendimentos dos últimos 90 dias
• Documentos de residência fiscal

Os candidatos poderão candidatar-se no SEF, ou no Consulado Português em qualquer país

Fonte: Algarve Daily News
 
Partilhar Link copiado
Outras notícias que o podem interessar
banner0
26 ago 2022
Greve de três dias em quatro aeroportos nacionais Os trabalhadores da Portway vão avançar com uma greve de três dias entre 26 e 28 de agosto, nos aeroportos de Lisboa, Porto, Faro e Funchal. A...
Ler mais
banner1
01 ago 2022
Novas leis para carta de condução estrangeira A medida que entra em vigor já abrange cidadãos de 18 países: Angola, Austrália, Brasil, Cabo Verde, Canadá, Chile, Estados Unidos da...
Ler mais
banner2
23 fev 2020
Volta Algarve
Ler mais